English Português

Reciclando conscientização!

Acompanhe as novidades e fique por dentro de tudo que rola por aqui!

Reciclando conscientização!

01/07/2015

Na primeira semana de Junho, é comemorada mundialmente a Semana do Meio Ambiente. Quem nos conhece, sabe que nossa pousada tem uma relação íntima com a sustentabilidade e a preservação da natureza.

(mais…)

Cuidando de Jeri

24/06/2015

O sol pede licença para entrar pela janela do quarto nas primeiras horas da manhã. Junto com ele, a brisa invade as dependências e o oceano se mostra presente com o som da quebra das ondas. Com toda a simplicidade, Jericoacoara recebe cada um de seus moradores ou hóspedes com muita cordialidade a cada dia. Na Vila Kalango, buscamos fazer o mesmo.

Nós nos espelhamos na rusticidade, na simplicidade, no conforto e no aconchego, traços característicos de Jeri. Tudo para proporcionar o máximo de liberdade possível. Fazendo com que o ser humano volte a se comunicar com a natureza e também interagir com o meio ambiente.

Esta é apenas uma introdução de nosso vídeo institucional. Procuramos mostrar tudo aquilo que sentimos juntos aqui em Jeri. Com vocês, nossa apresentação:

The sun goes through the gaps in the window in the early morning. The wind also enters the room and the ocean shows itself with the sound of the waves. With all the simplicity, Jericoacoara welcomes each one of its guests and inhabitants. We, from Vila Kalango, try to do the same.

We look forward in the rusticity, simplicity, comfort and cosiness, features from Jericoacoara. All of this to allow you to have the best experience, with as most freedom as possible. Trying to put the humans in communication with the nature e making them interact with each other.

This is just an intro to our institutional video. We try to show everything we feel together here in Jericoacoara. May we present to you our video:

 

Vila Kalango – Jericoacoara (com legenda) from e-group Hotels & Sports on Vimeo.

Sem hora para acabar as histórias

17/06/2015

Contar histórias não é algo simples. Muita gente confunde contar uma história com passar uma informação. Um mesmo fato pode ser contado de diversas formas diferentes. Podemos relatar um assunto de forma direta, sem muitos detalhes, mas também podemos enriquecer a história com curiosidades que passariam despercebidas aos menos atentos, mas que fazem toda a diferença.

Storytelling is not something simple. A lot of confuse  storytelling and reporting. The same thing may be told in diferent ways. We can report an issue directly, without a lot of details, but we can enrich the story with curiosities that would go unnoticed to the least attentive but that make all the difference.

No Nordeste do país, um dos cenários cearenses chama a atenção por seu roteiro quase que de cinema. Algo até próximo do mito da Atlântida. Há alguns anos, por volta da década de 1970 e 1980, uma vila chamada Tatajuba foi soterrada pelas dunas da região. Dona Delmira Silvestre era uma das moradoras da vila, que fica a poucos quilômetros de Jericoacora. Junto com outras cerca de 150 famílias, perdeu sua casa em Tatajuba quando a cidade foi tomada pela areia. Depois disso, ela se mudou para a Nova Tatajuba, que fica a 1 km da antiga. Algumas pessoas que também perderam as casas decidiram ir para o município de Camosim.

In the Northeast, one of the villages in Ceará draws attention because it looks like a movie. Something close to Atlantic myth. A few years ago, in the 1970s and 1980s, a village called Tatajuba was burried by the dunes. Delmira Silvestre was one of the village. She and other 150 families had to leave Tatajuba when it was taken by the dust. After that, she moved to the New Tatajuba, about 1 km from the old one. Some people that lost their home went to the city of Camosim.

1

1

 

2

 

3

 

4

Mas por que a dona Delmira é tão importante assim? Porque essa senhorinha não se contenta em dizer que as dunas cobriram a cidade. Ela conta a história de onde morava, da igreja, das casas ao lado, etc. O cenário, meio faroeste americano e meio apocalíptico, é realmente deserto. Os tijolos que ainda permanecem à vista não sustentam mais os lares de Tatajuba. A areia, que ficava aos pés dos moradores, decidiu inverter os papeis e tomar os tetos. Cobriu a igreja e derrubou o telhado em certa ocasião. O tão importante vento, que antes provinha a brisa, derrubou as paredes.

But why is Mrs. Delmira so important? Because she doesn’t just say that the dunes coverred the village. She tells the story of where she lived, the church, the neighbourhood, etc. The scene, kind of american western, kind of apocalyptical, is really desert. The bricks that can still be saw don’t sustain the homes anymore. The dust, that was by the feet of the people, decided to change roles and covered the ceiling. It took down the church roof one day. The wind of the breeze shot down the walls.

Dona Delmira tem o poder de transformar suas palavras em alimento riquíssimo para nossa imaginação. A senhorinha constrói mentalmente a antiga Tatajuba com perfeição e lembra dos mínimos detalhes da vila. Ela é um dos símbolos vivos da vila e mantém a história viva. Com sua voz, é ela quem dá continuidade ao vilarejo. Sem pessoas como a dona Delmira, nosso presente definitivamente não seria o mesmo. Muito se perderia com o tempo e entraria no esquecimento. Nosso passado não teria o mesmo impacto que tem. Ainda bem que temos a senhora pra contar os causos, sem hora pra acabar.

Mrs. Delmira has the power to transform these words in a rich material to our imagination. The old lady builds the old Tatajuba perfectly in her mind and remembers the details of the village. She’s one of the alive symbols and keeps the story going. With her voice, she continues the village. Without people like Mrs. Delmira, our present wouldn’t be the same. A lot would be lost e would be forgotten. Our past wouldn’t have the same importance it has. Thankfully we have Mrs. Delmira to tell the stories endlessly.

 

 

 

Vila Kalango: Ajudando a manter o encanto natural de Jeri!

03/06/2015

1

“As dunas de areia dourada de Jericoacoara, Brasil, valem a viagem, mas o verdadeiro motivo para a maioria dos turistas é pular na água morna da Lagoa do Paraíso, uma lagoa incrivelmente limpa e cheia de redes de descanso. Você pode imagina um lugar melhor para um cochilo à tarde?”, escreveu o The Huffington Post em 2014. Para o jornal estadunidense, Jericoacoacara é uma das melhores praias do mundo!

“The golden sand dunes of Jericoacoara, Brazil are worth the trip, but the real reason most tourists visit is to take a dip in the warm waters of Lagoa do Paraiso, an impossibly-clear lagoon filled with public hammocks. Can you imagine a better place for an afternoon nap?”, says The Huffington Post in 2014.  To the American newspaper, Jericoacoara is one of the best beaches in the whole world!

2

3

Para nós, não é nenhum espanto o reconhecimento global que Jeri recebe. A beleza natural da região é genuína e impressiona a cada vista. Das árvores a cada outra fonte de vida daqui, tudo parece meticulosamente planejado pela natureza.

It’s not a shock for us that Jericoacara receives worldwide knowledge. The natural beauty of this region is genuine and impresses all the time. The trees and all other sources of life: everything here seems so meticulously planned by the Nature.

Por conta disso, o trabalho em se construir um hotel na região é, exatamente, saber lidar com as belezas naturais e se adequar ao sistema já existente. Assim, a Vila Kalango se preocupou como poucos no planejamento com a sustentabilidade e em manter os traços de Jeri, respeitando sua vegetação natural e utilizando materiais específicos da região.

That’s why the job to build a hotel in this area is to handle the natural beauty and adapt to the system. Therefore, Vila Kalango, unlike other buildings, cares, in the planning, with the sustainability to keep the features of Jericoacoara, respecting its forests and using materials from the region.

4

Para a construção do nosso pedacinho de paraíso, foi utilizada madeira de reflorestamento e outros materiais típicos, como tijolo de barro e palha de carnaúba. Além disso, a decoração também tem tudo a ver com o destino: a pia, por exemplo, é produzida a partir de uma caçarola, a torneira é de bambu, e as luminárias, de coco.

We used woods from reforestation and other typical materials, like mud brick and carnauba straw, in the building. Besides, our decoration is also appropriate with the region: the sink, for example, is produced from a casserole, the water tap is of bambu and the fixtures are from coconut.

5

6

A coleta de lixo é uma prática pioneira da Vila Kalango na região. Nós instituímos um sistema de coleta seletiva de resíduos. O material inorgânico é separado do orgânico (que é utilizado na horta) e posteriormente repassado a um sistema de reaproveitamento e reciclagem em um município vizinho.

The garbage collection, by the way, is a pioneer practice from Vila Kalango in the region. We have instituted a selective collection system. The inorganic material is separated from the organic one (which is used in the vegetable garden) and then it goes to another recycling system in a nearby city.

7

Ser sustentável não é só uma questão estética. Uma vez que não cuidarmos de Jeri, não teremos mais o encanto natural que nossa praia nos proporciona. De nossa construção à nossa horta, planejamos a Vila para mantermos Jeri em primeiro plano, para que possamos aproveitar ao máximo a harmonia de nossa natureza local.

To be sustenaible is not only  a esthetics matter. It is, afterwards once we don’t care for Jericoacoara we won’t have its natural charm. From our building to our vegetable garden, we planned Vila Kalango to keep Jericoacoara in the foreground, so we can enjoy the harmony of the local nature the most.

Também é importante pensar, juntos com a comunidade, em alternativas para manter toda essa maravilhosa fauna e flora local. Por isso, nessa semana do meio ambiente, realizamos uma campanha nas redes sociais em parceria com a Associação dos Empresários de Jericoacoara, na qual cada compartilhamento em nosso posts geraria renda para a reciclagem de lixo em Jeri. Temos orgulho por poder cuidar desse lugar que nos faz tão bem!

It is also important to think together with the community in alternatives to keep all this wonderful local fauna and flora. So, in this Environmental Week, we conducted a campaign on social networks in partnership with the Association of Businessmen of Jericoacoara, in which each share in our post generate income for the garbage recycling in Jeri. We are proud to be able to take care of this place that make us so happy!

8

9

Reservas? Fala com a Luzia!

27/05/2015

1

Luzia, que cuida do departamento de reservas aqui da Vila, tem um jeito meio tímido e não é de falar muito…mas quem a conhece logo percebe uma pessoa doce, alegre e muito querida. E nós sabemos muito bem disso, afinal, já são 11 anos de parceria com ela que admiramos tanto.

(mais…)

Kite e Wind

Regras de Segurança

Para garantir que sua temporada de velejo em Jeri seja mais agradável e segura, pedimos que leia atentamente as regras de segurança abaixo, elaboradas por profissionais acostumados com as condições locais:

  • Regras de precedência na água (sotavento e barlavento): Quando dois velejadores estão velejando na mesma direção (eles têm a vela do mesmo lado), aquele que navega Barlavento tem que dar lugar ao outro, porque ele é favorecido pelo vento. Isto é especialmente importante no windsurf, como o velejador navega de costas para o vento, o que torna difícil para ele é ver o velejador sotavento (detrás dele);
  • Estibordo tem direito de passagem: se dois windsurfistas navegam um em direção ao outro, aquele cuja mão direita é a mão mastro (estibordo) tem o direito de passagem. Ao defrontar barcos à vela, barcos de pesca, surfistas, etc, o windsurfista deve ceder caminho. Quando o windsurfista encontrar lanchas ou outras embarcações motorizadas, ele tem o direito de passagem. No entanto, se você deparar frente a frente com estas embarcações, o melhor é esquecer as regras e simplesmente sair do caminho;
  • É proibido navegar em zonas de natação que são muitas vezes separadas por marcas de fronteira. Quando velejar fora desta zona, por favor, mantenha uma distância de cerca do comprimento do seu mastro de outros nadadores;
  • Esteja ciente de seu entorno em todos os momentos . Se você está fazendo um downwind, deve se certificar de que ninguém esteja prestes a cruzar o seu caminho;
  • Fique de olho no seu ponto de partida para que você não navegue muito longe, na direção do vento;
  • Verifique o seu equipamento de tempos em tempos;
  • Certifique-se sempre das condições existentes no seu local de velejo (por exemplo, melhores/piores direções do vento, marés, correntes perigosas, ouriços do mar, áreas rasas, rochas abaixo da superfície, etc);
  • Em caso de emergência, a regra mais importante é manter a cabeça fria e calma! Descubra o que aconteceu ou o que está danificado, e pensar em repará-lo de uma forma que lhe permite navegar de volta à costa;
  • Se é impossível continuar, mas o vento e as correntes podem levá-lo a uma zona de pouso adequado, mantenha segurando em seu equipamento e se deixe levar, ou deite na prancha e reme até lá;
  • Se você encontra-se em uma situação problemática e não pode fazer nada, você deve fazer o sinal internacional de emergência para qualquer um que possa te ver. Fique de pé ou ajoelhe-se em sua prancha e acene com ambos os braços;
  • É proibido velejar na área de kitesurf (separada da zona de windsurf por uma boia de marcação);
  • É proibido velejar fora da boia de marcação que representa o limite de velejar em mar aberto.
  • Desde já agradecemos por seguir as regras de segurança locais. Procure se informar com a Equipe da Ticowind sobre as condições locais de velejo. Estaremos sempre disponíveis para esclarecer dúvidas e ajudar no que for preciso.

    Bom velejo!