English Português

A Pousada

De um lado, as dunas. Do outro, o pôr do sol. Entre eles, um inesquecível ponto de encontro chamado Vila Kalango.

A Vila Kalango, mais do que testemunha, tornou-se uma das personagens mais marcantes de Jeri. Tudo aqui é integrado perfeitamente à natureza. Desde a piscina, desenhada e projetada para acompanhar o desenho das dunas, até o cardápio, onde cada aroma, cada textura, tem referência na culinária nordestina.

São 5 mil m² de coqueiros e cajueiros à beira da praia; os materiais usados são típicos da região e todos os nossos colaboradores são locais ou com alguma ligação com as raízes locais.

Kite ou Windsurf, não importa. Atletas nos visitam todos os dias em busca de algo que você também irá adorar encontrar aqui: o sorriso de satisfação e uma recepção inesquecível.

Sejam todos bem-vindos à Vila Kalango.

440

Acomodações

Estrutura & Sustentabilidade

A cultura e as características locais são o maior patrimônio da Vila Kalango. Afinal, sustentabilidade não é só reciclagem, mas a valorização da vizinhança, manutenção dos nossos valores e postura praticada no dia a dia.

Quem trabalha na pousada é morador de Jeri ou região, contribuindo para que a cultura local e a filosofia de vida sejam transmitidas para todos, desde os visitantes temporários até todos os tipos de turistas.

Incentivamos a produção de artesanato usando material típico da região, além de realizarmos um trabalho de separação e reciclagem do lixo, reaproveitando o material da melhor maneira para o meio ambiente.

Também engajamos funcionários e hóspedes em campanhas para o uso consciente da água e de economia de luz, entre outras pequenas, mas importantes iniciativas.

Essa é a filosofia da Vila Kalango: integrada à natureza para o bem da natureza.

Espaço Relax

Gastronomia

Ser muito bem servido apreciando a beleza do mar e das dunas. É assim que muita gente se apaixona pela Vila Kalango. Tudo começa no café da manhã com uma variedade de frutas, pães, sucos e outras delícias locais.

E, então, ao longo do dia, você descobre petiscos como sanduíches, bolinhos de peixe, de camarão e até drinks e coquetéis para serem degustados no bar da praia.

O assunto fica mais sério quando você resolve provar pratos mais elaborados como as lagostas, as peixadas, os risotos, as massas e as paneladas.

Cabe mais? As sobremesas são um espetáculo.

Eventos

Cenário & Filmagens

Jeri é repleta de locações e cenários perfeitos. Mas, com a ajuda da Vila Kalango, fica ainda mais fácil encontrar os locais ideais para filmar campanhas publicitárias, fotografar editoriais ou montar um set com uma vista de tirar o fôlego. Tudo assessorado, indicado e organizado com a nossa ajuda.

- Interessado na locação da pousada? Clique aqui.

Como chegar

Clipping

Saímos na mídia. Perdeu nossa matéria? Clique aqui e confira nossos clippings.

Kite e Wind

Regras de Segurança

Para garantir que sua temporada de velejo em Jeri seja mais agradável e segura, pedimos que leia atentamente as regras de segurança abaixo, elaboradas por profissionais acostumados com as condições locais:

  • Regras de precedência na água (sotavento e barlavento): Quando dois velejadores estão velejando na mesma direção (eles têm a vela do mesmo lado), aquele que navega Barlavento tem que dar lugar ao outro, porque ele é favorecido pelo vento. Isto é especialmente importante no windsurf, como o velejador navega de costas para o vento, o que torna difícil para ele é ver o velejador sotavento (detrás dele);
  • Estibordo tem direito de passagem: se dois windsurfistas navegam um em direção ao outro, aquele cuja mão direita é a mão mastro (estibordo) tem o direito de passagem. Ao defrontar barcos à vela, barcos de pesca, surfistas, etc, o windsurfista deve ceder caminho. Quando o windsurfista encontrar lanchas ou outras embarcações motorizadas, ele tem o direito de passagem. No entanto, se você deparar frente a frente com estas embarcações, o melhor é esquecer as regras e simplesmente sair do caminho;
  • É proibido navegar em zonas de natação que são muitas vezes separadas por marcas de fronteira. Quando velejar fora desta zona, por favor, mantenha uma distância de cerca do comprimento do seu mastro de outros nadadores;
  • Esteja ciente de seu entorno em todos os momentos . Se você está fazendo um downwind, deve se certificar de que ninguém esteja prestes a cruzar o seu caminho;
  • Fique de olho no seu ponto de partida para que você não navegue muito longe, na direção do vento;
  • Verifique o seu equipamento de tempos em tempos;
  • Certifique-se sempre das condições existentes no seu local de velejo (por exemplo, melhores/piores direções do vento, marés, correntes perigosas, ouriços do mar, áreas rasas, rochas abaixo da superfície, etc);
  • Em caso de emergência, a regra mais importante é manter a cabeça fria e calma! Descubra o que aconteceu ou o que está danificado, e pensar em repará-lo de uma forma que lhe permite navegar de volta à costa;
  • Se é impossível continuar, mas o vento e as correntes podem levá-lo a uma zona de pouso adequado, mantenha segurando em seu equipamento e se deixe levar, ou deite na prancha e reme até lá;
  • Se você encontra-se em uma situação problemática e não pode fazer nada, você deve fazer o sinal internacional de emergência para qualquer um que possa te ver. Fique de pé ou ajoelhe-se em sua prancha e acene com ambos os braços;
  • É proibido velejar na área de kitesurf (separada da zona de windsurf por uma boia de marcação);
  • É proibido velejar fora da boia de marcação que representa o limite de velejar em mar aberto.
  • Desde já agradecemos por seguir as regras de segurança locais. Procure se informar com a Equipe da Ticowind sobre as condições locais de velejo. Estaremos sempre disponíveis para esclarecer dúvidas e ajudar no que for preciso.

    Bom velejo!